Desde da sua criação, em 2011, até o ano de 2019 o PPGENF/UFPA formou 73 egressos. O PPGENF vem promovendo mudanças na realidade da região Amazônica brasileira, gerando conhecimento, formação crítica de enfermeiros como atores críticos e ativos no contexto local e trazendo o desenvolvimento tecnológico. Do 73 egressos, 16 (21.92%) estão atuando como docentes em Instituições de Ensino Superior (IES) públicas (11 permanentes e 5 substitutos); 21 egressos (28.77%) são docentes em IES privadas e três (4,11%) são docentes na rede de ensino médio/técnico; 24 (32,87%) atuam na rede hospitalar e sete (10%) na rede de saúde pública; 3 são doutores (4,11%) e 11 são alunos de doutorado (15.07%).

Dentre os docentes permanentes que atuam no ensino em IES públicas, cinco deles já faziam parte do quadro de professores da FAENF/UFPA. Uma das docentes já obteve o título de doutora na UFBA e duas cursam o doutorado em Engenharia de Recursos Naturais da Amazônia/UFPA. 

Soma-se a isso, seis egressos foram aprovados em concursos para docentes permanentes em IES públicas, sendo: Faculdade de Enfermagem da UFPA:  Geyse Aline Rodrigues Dias, Fabianne de Jesus Dias de Sousa  e Viviane Ferraz Ferreira (Mestra em Enfermagem; Faculdade de Saúde Coletiva/Univesidade Federal do Sul e Sudeste do Pará - Alessandra Carla Baia dos Santos; Faculdade de Saúde Coletiva/Univesidade Federal do Oeste do Pará -  Elaine Cristiny Evangelista;  Curso Técnico em Agente Comunitário de Saúde do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará – Campus Belém - Thaís Monteiro Goes .

- 21 egressos em IES privada: oito na Faculdade Metropolitana da Amazônia, quatro na Universidade Estácio de Sá, quatro na Universidade da Amazônia, dois no Centro Universitário do Pará, um na Escola Superior da Amazônia, um na Faculdade Paraense de Ensino e um na Faculdade Paraense de Ensino.

-  03 egressos em escolas de ensino médio ou profissionalizante: dois deles atuam na rede de ensino técnico e um na rede estadual de ensino médio.      

- 14 egressos deram continuidade à formação stricto sensu:  três são doutores em enfermagem (um pela UNIFESP e dois pela UFBA), sendo um deles realizando o pós-doutorado na mesma IES e onze estão cursando o doutorado nas seguintes programas de pós-graduação: Engenharia de Recursos Naturais da Amazônia (2),  Doenças Tropicais (2), Genética e Biologia Molecular (1) da UFPA; Enfermagem (4 na UFSC e 1 na UNIFESP; e outro em Saúde Coletiva na ENSP-FIOCRUZ).

- No âmbito da prática de Enfermagem, tanto assistencial, técnica-administrativa e/ou gerencial, temos: 22 egressos do PPGENF/UFPA trabalhando na rede hospitalar (alguns deles trabalhando em dois hospitais)a; 6 egressos  trabalhando na rede de saúde pública. Os serviços de saúde em que esses egressos atuam são: Hospital Universitário João de Barros Barreto/UFPA, Hospital Geral de Belém – Exército Brasileiro, Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência, Hospital Naval de Belém – Marinha Brasileira, Hospital Estadual Ophir Pinto de Loyola, Hospital Oncológico Intantil Octávio Lobo, Santa Casa de Misericórdia, Hospital Porto Dias, Hospital Jean Bitar  e Hospital Regional de Breves; Secretaria de Saúde do Estado do Pará, Secretaria Municipal de Saúde de Ananindeua, Secretaria Municipal de Saúde de Belém e Unidade Básica de Saúde Desembargador Paulo Frota - Ananindeua. Dos que trabalham em rede hospitalar, onze (52,4%) atuam em gerência de departamentos, enquanto que somente um (16,7%) ocupa cargo de gerência na rede pública de saúde. Recentemente, uma das tituladas que trabalha na Secretaria Municipal de Saúde de Ananindeua foi aprovada para o Curso de Doutorado em Enfermagem, turma 2020, pelo PPGENF/UFSC. 

- O PPGENF também está inserido na política de internacionalização da UFPA. A Pró-Reitoria de Relações Internacionais (PROINTER) é o setor responsável pela cooperação entre a UFPA e as diversas instituições internacionais de ensino, pesquisa e fomento à educação, na área científica e cultural. Por intermédio da PROINTER, a comunidade universitária encontra instrumentos de apoio a projetos conjuntos de pesquisa, formação de recursos humanos e intercâmbio de professores, pesquisadores e alunos. Há acordos internacionais de cooperação (gerais e específicos como co-tutela) com diversos países; Programa de Apoio à Cooperação Interinstitucional (PACI), com o objetivo de incentivar o aproveitamento de oportunidades de colaboração entre grupos de pesquisa vinculados aos PPGs da UFPA e grupos de pesquisa de outras IES do exterior; mobilidade acadêmica de estudantes estrangeiros de graduação e pós-graduação na UFPA (INCOMING); programas de mobilidade acadêmica de alunos regulares de graduação e pós-graduação da UFPA para o exterior (OUTGOING); graduação integral para estrangeiros por meio do Programa Estudante Convênio de Graduação (PEC-G) ou da realização do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM); apoio divulgação dos resultados de pesquisa com publicação em periódicos e apresentação em eventos, dentre outros. Como parceiros e apoiadores da mobilidade para a UFPA (INCOMING) tem-se a Organização dos Estados Americanos (OEA), a Organização Pan-americana da Saúde (OPAS/OMS) e o Ministério de Relações Exteriores do Brasil - Divisão de Temas Educacionais (MRE/DCE). 

Embora as  ações e estratégias de internacionalização do PPGENF ainda precisam aumentar,  no triênio 2017-2019 foram realizados:

A) Parcerias em pesquisa com docentes/pesquisadores do exterior:

Profa. Dra. Jouhanna do Carmo Menegaz: Universidade de Barcelona, Espanha, vigência 2017-atual; Faculdade de Educação, país, vigência 2018-atual. 

Profas. Dras. Lucia Hisako Takase Goncalves e Jacira Nunes Carvalho: Escola Superior de Enfermagem do Porto, Portugal, vigência 2017-2019.

 

B) Publicações conjuntas com pesquisadores do exterior:

MENEGAZ, J.C.; BACKES, V.M.S.; MOYA, J.L.M. (Espanha) Ação e Raciocínio Pedagógico de professoras de enfermagem: expressões em diferentes contextos educacionais. Texto & Contexto Enfermagem. v. 27, p. e2660016, 2018. 

MENEGAZ, J.C.; BACKES, V.M.S.; MOYA, J.L.M. (Espanha) Communities of practice: influences on pedagogical reasoning and action of nursing professors. Investigación y Educación en Enfermería, v. 36, p. 10.17533, 2018. 

GONÇALVES, L.H.T.; SOUZA, F.J.D. (Portugal); PASKULIN, L.G.M.; GAMBA, M.A. Perfil sociodemográfico e suporte social de idosos na atenção primária. Revista de Enfermagem da UFPE On Line, v. 12, p. 824-831, 2018.

 

C) Apresentação de trabalhos em eventos no exterior ou internacional itinerante no país:

- Profa. Dra. Jouhanna do Carmo Menegaz. VIII Congresso Iberoamericano de Investigación Cualitativa en Salud, Florianópolis – SC, 2018.

- Profa. Dra. Jouhanna do Carmo Menegaz. VII International Nurse Education, Banff – Canadá, 2018. 

- Profa. Dra. Jouhanna do Carmo Menegaz. Coaching in Leadership and Healthcare Conference. Boston- Estados Unidos, 2019. 

 

D) Visitas técnicas de docentes em instituições estrangeiras:

- Profa. Dra. Jouhanna do Carmo Menegaz. Instituição que visitou: Universidade de Barcelona. Barcelona – Espanha cidade – País, 16 – 21 de setembro de 2019.

 

E) Aluno estrangeiro matriculado no Mestrado em Enfermagem:

O PPGENF/UFPA foi contemplado no Programa de Alianças para a Educação e a Capacitação (PAEC) da OEA, uma parceria entre as Instituições de Ensino Superior brasileiras e estrangeiras, da qual a UFPA faz parte desde 2014, culminando com participação do primeiro aluno estrangeiro no Programa: Jhon Fredy Restrepo Montana. Orientador Prof. Dr. Eliã Pinheiro Botelho. Início: Março/2017. Situação: Concluida em 06/02/2020. 

 

F) Políticas Públicas de Saúde

Dois projetos de pesquisa do PPGENF já geraram políticas públicas de saúde para a melhoria da qualidade de vida da população. Em 2014, a egressa do PPGENF e hoje docente permanente da FAENF/UFPA, a Profa. Dra. Fabianne Souza, realizou seu projeto de dissertação "Diagnósticos das condições de vida e saúde de idosos: um estudo de enfermagem na Estratégia de Saúde da Família", na cidade de Capanema - PA. O retorno dos resultados para a Prefeitura Municipal de Capanema levou a criação do Departamento da Saúde do Idoso da Secretaria Municipal de Saúde. 

Recentemente, através dos resultados alcançados na testagem rápida para sífilis, hepatites B e C e HIV na Ilha do Combu, Belém, através do projeto "Diagnóstico situacional das infecções sexualmente transmissíveis no contexto amazônico: análise geoespacial, rastreio e desenvolvimento de tecnologias cuidativas educacionais", foi criado o Programa Belém nas Ilhas pela Secretaria Municipal de Saúde e Meio Ambiente  de Belém. Tal programa levará a testagem rápida de IST para todas as ilhas pertencentes ao município de Belém.

 

Ressalta-se o fortalecimento de parcerias do PPGENF não somente com as secretarias de saúde dos municípios do Pará, mas também com a Secretaria de Saúde do Estado do Pará (SESPA). Foi estabelecido um acordo com todas as secretarias do retorno dos resultados com indicação de possíveis ações a serem implementadas para melhoria do cenário local.

F) Participação como consultor ad hoc de periódico no exterior:

Profa. Dra. Marilia de Fatima Vieira de Oliveira: Investigación y Educación en Enfermería - Colombia (2011-atual). 

Profa. Dra. Jacira Nunes Carvalho: Aquichan - Colombia (20018-atual).

Prof. Dr. Silvio Eder Dias da Silva: Internal Medicine Review - USA (2018-atual); Revista Salud & Sociedad -  Chile (2013-tual). 

Prof. Dr. Eliã Pinheiro Botelho: PLOS One Neuroscience – EUAs (2011 – 2019).